Releases

Fernando Pimentel abre a 23ª edição do Congresso Brasileiro do Aço em São Paulo

O Ministro do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior Fernando Pimentel inaugurou hoje (26/06) a ExpoAço 2012, feira de negócios que acontece junto à 23ª edição do Congresso Brasileiro do Aço, organizado pelo Instituto Aço Brasil. O evento, que acontece até a próxima quinta-feira (28/06), reunirá especialistas nacionais e internacionais para amplo debate sobre os cenários da indústria mundial do aço, os desafios e oportunidades da economia verde, perspectivas do mercado e posicionamento do Brasil, entre outros.

O Ministro também visitou a Vila do Aço, espaço que demonstra como o aço transforma cidades e colabora com a melhoria dos espaços urbanos e rurais com o uso de réplicas em tamanho real. Demonstrações de alternativas para coberturas e fachadas, assim como no mobiliário urbano, também são apresentadas.

“Quero saudar esse congresso. É um evento extremamente importante não para o setor mas para o Brasil. Esse é um dos maiores eventos da área siderúrgica no mundo”, destacou o ministro. Segundo Pimentel, a indústria siderúrgica é objeto de atenção do governo. “Temos diálogo constante com o setor. Sabemos todos os sacrifícios que a conjuntura econômica mais recente têm imposto à nossa indústria. Hoje o nosso desafio é retornarmos todos a competitividade que já tivemos”, completou.

Para estimular a indústria do aço, e o setor industrial brasileiro como um todo, o ministro enumerou algumas iniciativas que o governo tem tomado: “O cenário mais recente é animador, com redução da taxa de juros, viabilizando o crescimento da economia industrial. A redução do IPI de linha branca, e o impulso efetivo à construção civil – grande compradora dos produtos da cadeia siderúrgica – são outras iniciativas. Há um esforço do país como um todo na direção do crescimento econômico”, afirmou.

Além do Ministro Fernando Pimentel, a mesa da cerimônia de abertura contou com o deputado federal Leonardo Quintão, representando o deputado Marco Maia, presidente da Câmara dos Deputados; o presidente-executivo do Instituto Aço Brasil, Marco Polo de Mello Lopes; o vice-presidente do Conselho Diretor do Instituto Aço Brasil, Albano Chagas Vieira e com o presidente do Conselho Diretor do Instituto Aço Brasil André B. Gerdau Johannpeter.

“O excesso de aço é uma das causas da crise. Um dos fatores que afetam a competitividade. A importação indireta de aço também causa a desindustrialização no Brasil”, destaca Gerdau. “É necessário o combate à assimetria comercial, como com a China”. Gerdau destaca que é importante investir no crescimento econômico do país. “Para se ter uma idéia, o consumo per capita do brasileiro é de 140 quilos por habitante enquanto o da China é de 400 quilos . Aumentar o consumo de aço brasileiro: esse é nosso desafio”, finalizou.

O 23º Congresso Brasileiro do Aço trará ao Brasil o economista e professor de finanças na BoothSchoolof Business, da Universidade de Chicago, RaghuramRajan. Ex-economista-chefe do FMI, Rajan é autor do livro “FaultLines: HowHiddenFractures Still Threatenthe World Economy” e é considerado como um dos primeiros economistas a antecipar a crise financeira de 2008. Outras presenças internacionais estão confirmadas. As discussões em torno da indústria mundial do aço ficarão a cargo do diretor geral da World Steel Association, Edwin Basson, do Presidente da Steel ManufacturersAssociation, Thomas A. Danjczek, e do Presidente da Associação Latinoamericana do Aço (Alacero), Raúl Gutiérrez Muguerza.


Fotos:www.argosfoto.com.br/ (acessar sala de imprensa)

Mais informações:

Trevo
Sylvia Lima
sylvia.lima@trevocomunicativa.com.br
(21) 2544-6203
Instituto Aço Brasil

Diretoria de Imagem e Comunicação
(21) 3445-6300 / 6307 / 6378.
Site do evento: www.acobrasil.org.br/congresso2012

 

 

Voltar »

 

 

Em paralelo ao Congresso acontecerá a ExpoAço 2012, feira de negócios com cerca de 3.700 m² de área construída. Empresas siderúrgicas, mineradoras, fornecedoras de equipamentos, serviços e inovações tecnológicas para a cadeia produtiva do aço estarão presentes nesta área. Além dos congressistas, os expositores receberão visitantes, que terão acesso gratuito a feira.