Releases

Indústria do aço vive incertezas do cenário econômico internacional

O elevado excedente mundial de capacidade de produção de aço, da ordem de 500 milhões de toneladas/ano,leva a práticas predatórias no mercado internacional, que somadas ao artificialismo existente nas importaçõesfaz com que estas se mantenham, no Brasil, em patamar elevado tanto em relação às importações diretas de produtos siderúrgicos quanto às indiretas, de aço contido em produtos da cadeia metalmecânica. A persistência dessas importações vem ocasionando processo de desindustrialização no país.Tal questão, juntamente com a necessidade absoluta do crescimento sustentado do mercado interno, assim como àcorreção de assimetrias competitivasdesfavoráveis observadas no país são as grandes preocupações da indústria brasileira do aço, reunida no Congresso Brasileiro do Aço e ExpoAço 2012, em São Paulo.

O comportamento dessa indústria no 1o semestre de 2012 reforça essas preocupações. O Instituto Aço Brasil estima, para o 1osemestre de 2012, produção de aço bruto de 17,2 milhões de toneladas, 3,4% a menos que no mesmo período do ano anterior. A produção de laminados deverá alcançar 13,3 milhões de toneladas (3,1% a mais sobre o mesmo período de 2011) e a de semi-acabados 4,0 milhões de toneladas (alta de 4,3% sobre o mesmo período de 2011).

As vendas e o consumo interno de aço devem manter-se praticamente nos mesmos patamares de 2011. No primeiro semestre deste ano as vendas de produtos siderúrgicos ao mercado interno deverão atingir 11,1 milhões de toneladas, alta de 1,8% em relação ao ano anterior.Já o consumo aparente de produtos siderúrgicos deverá ser de 12,9 milhões de toneladas, 2,4% acima do registrado no 1º semestre de 2011.

As exportações do setor, refletindo o desaquecimento do mercado internacional,deverão alcançar 5,3 milhões de toneladas e valor de US$ 3,9 bilhões, quedas de 6,5% e 8,3%, respectivamente, em relação ao mesmo período de 2011.As importaçõesde janeiro a junho deste ano deverão atingir 1,9 milhão de toneladas, alta de 10% em relação ao primeiro semestre de 2011.

2012 - Projeção preliminar para o ano de 2012 indica, para o Brasil, produção de aço bruto de 36,0 milhões de toneladas, 2,2% a mais do que em 2011. O consumo aparente deve aumentar 5,4%, atingindo 26,4 milhões de toneladas. As exportações estão estimadas em 10,9 milhões de toneladas, 0,7% a mais do que no ano passado. As importações previstas para esse ano são de 3,6 milhões de toneladas, 3,8% a menos do que em 2011.

Fotos:www.argosfoto.com.br/ (acessar sala de imprensa)

Mais informações:
Trevo
Sylvia Lima
sylvia.lima@trevocomunicativa.com.br
(21) 2544-6203

Instituto Aço Brasil
Diretoria de Imagem e Comunicação
(21) 3445-6300 / 6307 / 6378.
Site do evento: www.acobrasil.org.br/congresso2012

 

 

Voltar »

 

 

Em paralelo ao Congresso acontecerá a ExpoAço 2012, feira de negócios com cerca de 3.700 m² de área construída. Empresas siderúrgicas, mineradoras, fornecedoras de equipamentos, serviços e inovações tecnológicas para a cadeia produtiva do aço estarão presentes nesta área. Além dos congressistas, os expositores receberão visitantes, que terão acesso gratuito a feira.